RESULTADOS DE EXAMES MARQUE SUA CONSULTA
Horário de funcionamento de 08h às 18h; Sab 08 às 12h
Av. Marcos de Freitas Costa, 855 Daniel Fonseca, Uberlândia/MG
34 3257.9100 contato@holhosudi.com.br

Ceratocone: saiba o que é e como tratar o problema

Ceratocone: saiba o que é e como tratar o problema

Ao contrário da maioria dos problemas de visão, que costumam surgir após os 40 anos ou na terceira idade, o ceratocone é uma doença que atinge, predominantemente, crianças, adolescentes e jovens que estão entrando na fase adulta.

O que é ceratocone?

Ceratocone é uma enfermidade geneticamente definida, não inflamatória que provoca afinamento e deformidade da córnea. Estas alterações contribuem lenta e gradativamente, para deterioração da visão .

Pacientes que apresentam o problema têm a córnea abaulada, formando uma saliência com o formato parecido com um cone. Devido à distorção na refração da luz, o resultado é a formação de imagens com pouca nitidez, tornando a visão embaçada e irregular.

O ceratocone é uma doença, normalmente bilateral podendo ser assimétrico, o que significa que pode atingir os dois olhos, mas não necessariamente na mesma intensidade. Além disso, é progressivo e vai evoluindo com o tempo, podendo caminhar para formas mais graves com comprometimento significativo da acuidade visual .

Quais são as causas?

As causas do ceratocone ainda não foram totalmente esclarecidas pela medicina. Sabe-se que é um problema hereditário e que cerca de 3% a 7% da população mundial, possui defeitos genéticos associados á doença. Apesar disso, nem todos os portadores dessa herança genética vão apresentar formas clínicas da patologia, embora, possam transmiti-la para seus filhos .

A alergia ocular está frequentemente relacionada ao ceratocone e é considerada um fator externo capaz de desencadear e piorar a evolução da doença. O ato de coçar e apertar os olhos deve ser evitado e os pais precisam ficar atentos às crianças que esfregam os olhos com frequência .

Quais são os sintomas?

Ficar atento aos primeiros sinais é uma forma importante de identificar o problema para que ele seja tratado o quanto antes. Os principais sintomas do ceratocone incluem:

  • Perda progressiva da visão;
  • Visão embaçada e distorcida;
  • Fotofobia;
  • Piora da qualidade da visão noturna;
  • Fotofobia
  • Grandes variações de astigmatismo em curto espaço de tempo

Como é realizado o diagnóstico?

O levantamento do histórico familiar do paciente é um importante dado para realizar o diagnóstico da doença. Mas o diagnóstico é obtido através de uma avaliação oftalmológica completa com avaliação refracional e exame em lâmpada de fenda, aparelho que permite avaliar a estrutura anatômica da córnea.

Em alguns casos, exames complementares, como a topografia computadorizada, a paquimetria e até mesmo a tomografia da córnea, podem ser necessários para confirmar a doença, avaliar a progressão do problema e o grau de comprometimento da área afetada. 

Como tratar o problema?

O tratamento do ceratocone apresentou uma grande evolução nos últimos 20 anos. Se até então só era possível amenizar os sintomas com o uso de óculos de grau, hoje já existem tratamentos mais eficazes para abordar o problema e estabilizar a doença. Existem tratamentos para paralisar a evolução da doença e outros direcionados para recuperar a visão.

Nas fases iniciais, o uso de óculos ainda é a opção mais recomendada para corrigir os desvios refracionais e recuperar a visão. Contudo, com o avanço do problema, é necessário que o paciente passe a utilizar lentes de contato, que vão produzir qualidade superior da função visual .

Em fases mais avançadas, pode ser recomendado o tratamento cirúrgico. Basicamente, existem duas formas de tratar o ceratocone cirurgicamente: por meio do implante do anel intracorneano e transplantes de córnea em suas diferentes modalidades.

Implante do anel intracorneano: neste procedimento, o médico responsável produz uma espécie de túnel no meio da córnea e implanta um anel para regularizar a curvatura. Dessa maneira, a refração da luz ocorre da maneira mais correta e o paciente volta a ter uma visão de melhor qualidade .

Em casos mais avançados, os transplantes de córnea modernos , chamados lamelares profundos, configuram a melhor opção com bons resultados

Crosslinking: o crosslinking é a modalidade de tratamento destinado a paralisar a evolução natural da doença e é melhor indicado nas fases iniciais , para evitar deterioração da função visual . Consiste em uma cirurgia onde , o medico remove a camada externa da córnea , aplica um composto de riboflavina e irradia a córnea com radiação ultra-violeta em um comprimento de onda específico . Este procedimento promove a compactação das fibras da córnea , aumentando sua resistência . Tem ótimos resultados quando indicado nos pacientes jovens nas fases iniciais da patologia , evitando maiores desdobramentos .

Se você notar que seu filho coça o olho com frequência ou se queixa de dificuldades para enxergar com clareza, procure um oftalmologista o quanto antes. O ceratocone é uma doença que depende de um diagnóstico precoce para realizar o tratamento adequado e para que o paciente não sofra consequências mais graves.

Quer agendar uma consulta ou esclarecer dúvidas? Entre em contato conosco. Será um prazer lhe atender!

Todos os direitos reservados a Holhos. Desenvolvido por Boca a Boca.